terça-feira, 27 de novembro de 2007

River Phoenix, Jim Morrisson, Hopper


a caminho de fazer um rebelde,

o outro dennis acabou órfão transviado.


se perder ídolo virou rotina,

esse sem destino acelerou na poça.


ah, um mero fumante na sarjeta que

olha assustado numa banda perdida

se a gota compromete sua fumaça.


é reflexo da pressa fútil de guardar memória

num racha de porsche a cada esquina, ensopada

pela admirável velocidade que cria-se um mito.


(a meu amigo Rui César, a foto por Dennis Stock)

3 comentários:

Rafael Dantas. disse...

belas palavras jão...aí, voltei a escrever:
http://blogshenanigans.blogspot.com

Gabriel Caram disse...

eu nao sabia que voce era amigo do rui.hehe

Fabricio Ramos disse...

aí que a gente percebe que a sociedade conspira a todo o tempo contra a humanidade.

http://fabriciokc.wordpress.com/