quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Uma Pancada de Maravilhas

Fiz isso aqui pra me expurgar uns fantasmas da década de 1980. Sim, odeio praticamente tudo ao que se refere às músicas daquele período. Afinal, morei 18 anos ao lado de uma discoteca que só tocava música da tal década perdida. Inclusive algumas das que vou postar aqui eram algumas que me atazanavam pra dormir por certas noites. Tudo bem que curto hardcore oitentista, um Pixies aqui, um Gang of Four ali, só que aí são outros quinhentos.

Enfim, esse álbum aqui foi montado com a assesoria do Toledão e é um especial sobre bandas de um só sucesso. Na Gringolândia já existem diversas coletâneas deste gênero, onde as bandas são conhecidas como One Hit Wonders (maravilhas de uma vezada).

Algumas das bandas aqui presentes até chegaram a ter outros pequenos trunfos, mas nada como os hits compilados em Uma Pancada de Maravilhas. O foco são os anos 1980, só que pra dar uma pujança, tem coisa dos 1990 também. As três últimas músicas são daquelas que eu considero um porre, coloquei só pra encher linguiça mesmo.

Na seqüência um faixa-a-faixa cretino:

01) Os OstrasUma, Duas ou Três (Punheta) – Aparecida com o boom de bandas brasileiras nos primórdios da emetevê, Os Ostras não vingaram mais. O sarcasmo juvenil contido na letra e melodia desta música de pegada surf music, ao contrário da banda, nunca foram esquecidos.

02) Skowa & A Máfia - Atropelamento e Fuga!!! – Referência da música negra brasileira, Skowa alcançou o sucesso nacional pelos idos de 1988 com esta canção com samplers de Jimi Hendrix suingados.

03) Virgulóides - Bagulho no Bumba – Essa todo mundo lembra, a banda tocava semana no Gugu e semana no Faustão, nas gloriosas tardes de briga de Ibope no domingo. Anos depois que eu fui notar que isso era plágio de Mundo Livre S/A (ou vice-versa?). A levada é idêntica à Livre Iniciativa, lançada na mesma época por Fred 04 e sua patota.

04) Fausto Fawcet - Kátia Flávia – Um dos poucos clássicos dos finados anos 1980 que eu posso dizer que gosto. Foi trilha sonora de uma das últimas novelas que prestaram nesse mundo (sei lá se novela prestou um dia). Ah, pra quem viu o filme Lua de Fel, do brilhante Roman Polanski não esquece da 'Loirassa Belzebu' na trilha também.

05) Black Future - Eu Sou o Rio – A única que não conheci na infância/adolescência, mas sei que tocava muito nas rádios cariocas quando foi lançada. Considero a melhor dessa coletânea.Uma cantora inglesa chamada Ebony Jones tá fazendo sucesso numa música chamada Don't Fart on my Heart (não Peide no Meu Coração) com um sampler em cima deste clássico roqueiro carioca de 1988. 06) Garotos de Rua - Tô de Saco Cheio – “Lá em casa continuam os mesmos problemas” e na sua? Cantando no chuveiro?

07) Grafite - Mama Maria – Mais uma típica e maçante batida oitentista com um dos refrões mais batidos que eu já escutei. Olha o nome da banda, que coisinha mais pretensiosa.

08) Absyntho - Meu Ursinho Blau Blau – Essa eu lembro no Cassino do Chacrinha. O vocalista , Sylvinho Blau-Blau, esboçou ser o grande galã das empregadinhas com seu mullet, achando que ia arrebentar a boca do balão. Virou crente.

09) Hanói-Hanói - Totalmente Demais – Essa daqui até Caetano Veloso regravou. Em 1986, acho que foi a mais tocada, estava em todo canto, com sua letra boba e malandrinha.

10) MetrôTudo Pode Mudar – Banda de franceses radicados no Brasil. Essa faixa aqui eu nem comento de tão ruim.

11) P.O. Box - Papo de Jacaré – Letra retardada pra música idem.

12) Ritchie - Menina Veneno – Essa daqui eu coloquei de birra comigo mesmo, a mais baranga de todos os tempos! Não perde nem pra Waldick Soriano.

Link para download aqui.


4 comentários:

maria > disse...

ei, joão.
num sabia desse seu blog. te linkei, viu? beju!

Biu disse...

Cara, a noite dos mortos vivos! ahehahahaha!!!

Luiz Navarro disse...

po, so tem velharia aqui, hein?

Gabriel Caram disse...

dia desses ce tem que falar um pouco sobre o timinho dos ozric tentacels,Hidria Spacefolk,planet x,e afins.
il?