quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Pra quê tanto apetite?

"Daqui da fome dá pra ver o que acontece", será? Assim a fome sem fim de nossa espécie é analisada num trecho da canção-título de Fome de Tudo, o novo disco do Nação Zumbi. Disco virtual, diga-se de passagem, já que eles entraram na onda de vender pela net. Fazem uns dias que achei o disco por aí, de cara encontrei uma falha comparando com os dois anteriores; onde está aquela música que você gosta de ouvir sem parar? Será que isso é realmente um problema?

Não que o disco seja ruim, seria difícil pra quem já fez tanta coisa boa errar tão feio. Legal que Jorge du Peixe está mais generoso e deixa os seus companheiros participarem mais nas vozes. Ou seria a mão do produtor pseudo-brasileiro Mário Caldato Júnior (Beatie Boys, Molotov, Björk, Beck etc), que chegou leve, mas com certeza trouxe uma sonoridade suingada para a banda de Recife? Caldato trouxe com ele o tecladista dos Beatie Boys, Money Mark para participar da faixa Assustado. Há também participações de Júnio Barreto em Toda Surdez Será Castigada que trouxe uma leveza necessária à canção, além da queridinha Céu na sombria Inferno, onde a moça parece ter ficado um pouco tímida.

Um disco se faz pela sua coesão. De repente seja cedo para dizer que este trabalho seja o mais fraco comparado aos dois últimos, pois o foi o que me pareceu. Destaque tímido para Onde Tenho que Ir, raspando nos bons momentos.

Engraçado que essa preguiça com o disco novo do Nação Zumbi ter vindo após eu ter ficado sabendo no Futuro da Música que eles não dão entrevista que não seja para aquele canal que só tocava videoclips e hoje só tem nome de música. Imagina, num festival, você indo entrevistar uma das bandas principais e só aquele canal de televisão antipático tem sua exclusividade? Eu entendo um contrato desses, afinal eles têm que comer né? Seria daí a Fome de Tudo?


3 comentários:

Caróu Penna; disse...

hahaha, no 1° comentário que fiz, falei algumas "groselhas"..rs..e por isso apaguei!
mas eu ia dizendo que ainda não encontrei o beNEDITO Cd do Nação Zumbi...
Eu preciso CRITICAR Tambéééém!!
rsrs..

beijão coisa linda!

joaoxavi disse...

voces podem me passar um email de contato, quero mostrar o meu trabalho pq tá dificil achar alguma mídia que ainda se preocupe realmente com a crítica.

abraços

joao xavi

xjoaox@gmail.com
www.joaoxavi.com

Victor Cavalcanti disse...

"Daqui da fome da pra ver o que acontece". Enxergar a fome como um lugar, um estado permanente e universal talvez dê outra luz a essa frase, cara. "Geografia da fome", de Josué de Castro, altamente recomendado. Esse link (http://www.josuedecastro.com.br/port/fome.html) também.

E quanto a nação não dar entrevistas e etc, basta ir num blog, o popup, tem entrevista do próprio dupeixe lá.