quarta-feira, 2 de junho de 2010

Rock Preto

Isso aqui eu ouvi e lembrei dos chegados Gurila Mangani e Matéria Prima. Gurila, te devendo aquelas fotos, Matéria, troco suas Nonada pelas Soma, heheh. Espero que curtam. Já ouviram antes?

Desde que o Run DMC juntou-se ao Aerosmith em meados dos anos 80 e acabou ressuscitando o dinossauro do rock -que já tava quase sepultado- com a regravação de Walk This Way, a junção de rap e rock deu liga. E era, apesar de ter tornado-se fórmula batida anos depois. De toda forma, a mistura provou-se algo com um Q de atemporalidade, mesmo cansando fácil. Ao menos quebrou a cara dos radicais insistentes de que isto da minha classe presta e aquilo que sua patota faz ruim.

Cypres Hill fazendo música com Sonic Youth e coisa do gênero? Foi quando o álbum Judgment Night saiu em 1993 só com essas ditas cruzas e muito fã de rap e de rock alternativo literalmente trocou de orelha. De fato, não é fácil conectar esses dois mundos de modo criativo e sincero. Pois essa trilha sonora de filme que ninguém viu ou não devia ver, ficou como um divisor de águas no amálgama em sons de preto com branco ou vice-versa.

A partir daí, durante um bom tempo, apareceu uma salada russa de bandinha metaleira trocando solo por beat-box, largando a virtuose instrumental por barulhinho esquisito, vide os adidas metal genéricos Korn-plágios. Ou banda de rap querendo virar metal - vide o próprio Cypres Hill ou Boo Ta Tribe. Cansou, né? Claro que teve muita coisa boa, mas nada pra você falar oh

E eis que esses dias, notei uma banda de rock velha conhecida da qual nunca fui muito fã, aparecendo com mais pujança por aqui no player. É o The Black Keys, que lançou um disco novo com uns dois bons hits recentemente - coisa incomum nessa onda de rock retro que assolou esse século pré-2010.

Daí, fui catar um disco que mistura rap com rock. É uma banda chamada Blakroc, lançada no final de 2009 e tem uns rappers famosos no meio. Aquela coisa de featuring que sempre rola no mundo dos mano, com uns roqueiros aí. tocando Fui ver, e os roqueiros eram justamente os caras do The Black Keys. Ganhou respeito, e o álbum do Blacrok dá de 10 a 0 no da própria banda.

Confere os vídeos. O primeiro é o videoclip de uma música que não tem no álbum, com Onyx ressuscitado. O segundo é o único clip do álbum do Blacrok e os outros, o making off das outras faixas da bolacha.

























Sei lá se eu vou botar o disco aqui pra vocês baixarem, seus...

Um comentário:

Bleffe disse...

Participe da campanha "Música em troca de Fraldas", que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

Saiba como no link Música em troca de Fraldas